Produção

Concentrada em 18 sítios e fazendas do Vale do Ribeira.

Mudas selecionadas são plantadas e por volta de um ano, passam a dar frutos.

Os cachos ainda verdes e pouco desenvolvidos são ensacados, para que fiquem protegidos contra sujeira, pragas e agentes químicos.

Quando atingem o ponto ideal, são colhidos pelos funcionários, com ajuda de ganchos e facões.

O transporte até os galpões de embalagem é feito por cabos aéreos instalados pelas fazendas, onde os cachos banana são pendurados por cordas e ganchos, evitando assim, impactos e contato manual excessivo, que podem danificar as frutas.

Nos galpões, os cachos são divididos em pencas ou buquês. As frutas são lavadas em grandes tanques e preparadas para a embalagem.

01x-1producao

Embalagem

Após a lavagem, os frutos são acomodados em três tipos de embalagem, conforme necessidades do comprador.

Caixas de madeira (22 kg) – banana nanica, prata ou da terra: principalmente para distribuição em Rondônia, Pará, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro, conforme exigências do Ministério da Agricultura.

Caixas de plástico (14 e 16 kg) – bananas de todos os tipos: para a distribuição dentro de São Paulo.

01x-2embalagem

Distribuição

A empresa conta com 14 caminhões fretados, equipados com estrutura adequada para o transporte das frutas na estrada, do Vale do Ribeira até o ponto de distribuição na capital de São Paulo, localizado no Ceagesp. A frota da empresa é constituída de 8 caminhões e 6 HRs que se encarregam de distribuir as frutas pela cidade.

01x-3distribuicao

Climatização

A empresa possui em sua sede no Ceagesp uma estrutura de 25 câmaras frigoríficas de última geração, para climatização e armazenamento adequado das frutas. Possui também um galpão externo, equipado com mais 6 câmaras.

01x-4climatizacao